segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Mundos efêmeros...

Mundos efêmeros são criados na minha mente...
Por vezes me permito escapar para esses mundos.
São lugares secretos na minha imaginação perdida na fugacidade de um olhar distante...
É apenas uma estratégia
Efêmeros que são, se dissolvem com a mesma facilidade que foram criados.

Eu sigo só
Às vezes, no entanto, uma profunda angústia me acompanha
É que sonho em construir uma unidade, um conto....
Puro devaneio romântico.

A vida é também amarga
E com esse sabor temos que aprender a com-viver.
Ontem eu sonhei com um lindo céu azul
Nuvens que pareciam algodão-doce
Pássaros que cantarolavam
E borboletas amarelas por toda parte...

A brisa me acordou
Ela me lembrava do passado
E do quão fácil era me desprezar
Despertei junto às feridas que me seguem

Não havia mais o que fazer
A não ser escrever
E sonhar... 
Com mundos efêmeros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário